Notícias

Coprocessamento contribui para aumento das taxas de reciclagem

O novo enquadramento estratégico do sector dos resíduos prevê que a fracção mineral dos resíduos coprocessados nos fornos das cimenteiras que é integrada no clínquer, - produto intermédio da produção de cimento -, passe a ser contabilizada no âmbito da taxa nacional de reciclagem de cada fluxo.

A Ave – Gestão Ambiental e Valorização foi a responsável pelo estudo que avalia o índice de reciclagem associado ao coprocessamento de resíduos de diferentes origens. O projecto contou com a parceria da SPV, Valorcar e Valorpneu.

O estudo, elaborado pela 3Drivers, passou pela validação técnica e enquadramento legal associado ao processo, estabelecimento de uma metodologia de cálculo do índice de reciclagem por coprocessamento associado a cinco fluxos de resíduos (CDR-RU, CDR-RIB, pneus usados, resíduos de fragmentação automóvel e misturas de resíduos perigosos), avaliação do impacte ambiental do coprocessamento e estabelecimento de uma metodologia de amostragem e procedimento para a validação operacional recorrente do índice de reciclagem.

Entre os resultados demonstrativos do estudo, destaque para os impactes retroactivos das metas de reciclagem para as entidades gestoras Valorcar e Valorpneu, e impactes prospectivos para as metas de preparação para reutilização e reciclagem de resíduos urbanos e de reciclagem de resíduos de embalagem (com impacte potencial no cumprimento da Directiva Quadro dos Resíduos e Directiva Embalagens, que estão relacionadas com o PERSU 2020 e a licença de funcionamento da SPV). O quadro abaixo sumariza os resultados mais importantes:

Estimativa da contribuição para as metas de reciclagem de fluxos específicos, associado ao coprocessamento nos fornos de cimenteiras nacionais

Taxas de Valorização Material 2010 2011 2012 2013
Reciclagem de pneus usados - VALORPNEU 7,10% 7,60% 8,90% 8,20%
Reciclagem de resíduos de fragmentação automóvel - VALORCAR 1% 1,30% 1,20% 2%
Taxas de Valorização Material 2013 2014* 2015* 2016*
Preparação para reutilização e reciclagem de RU - no âmbito do PERSU2020 0,01% 0,50% 1,20% 1,70%
Reciclagem de resíduos urbanos de embalagem – no âmbito SPV - Sociedade Ponto Verde e PERSU2020 0,02% 0,80% 1,80% 2,60%

* Assumindo um crescimento do consumo de CDR-RU com 20% de humidade nas cimenteiras de 2014:84.000t; 2015: 197.000t; 2016: 279.000t